Clervaux vence a Taça do Futsal Luxemburguês de forma categórica 
Nesta passada segunda-feira de Páscoa disputou-se a final da Taça, na qual os nortistas do Clervaux venceram por 7-2 o Racing Luxemburgo: arrecadando o primeiro título nacional na história do clube. 
Para além do resultado histórico, fica na memória de todos, a moldura humana que encheu o Pavilhão de Bertrange (mais de 1000 pessoas) enriquecendo sobremaneira a final que "entoou" um novo hino ao futsal no Grão-Ducado (que seria bom reter).

Escrito a letras de ouro, João da Silva Soares (assinou um poker) e Marques Ferreira (assinou um hat-trick) pelo Clervaux, ambos foram uma parte do reflexo do trabalho de toda uma equipa que inscreveu seus nomes nesta inédita conquista para o clube do norte.
Fique agora com as declarações dos técnicos:
Pedro Cunha (PC): No rescaldo da final, que comentário tens a fazer ao jogo?
Filipe Pinto (FP) [Clervaux]:
Penso que fomos extremamente competentes dentro daquilo que era a nossa estratégia para esta final. Conseguimos abstrair-nos da pressão e ansiedade inerentes a um jogo deste calibre... embora na primeira parte tenhamos uns sete minutos em que não estivemos plenamente concentrados e fiéis aos nossos processos! A atitude foi recuperada após o nosso time-out e julgo ser uma vitória da organização, do querer, da ambição e da humildade. Os meus jogadores foram fantásticos e justificaram por inteiro a conquista deste troféu realizando um jogo irrepreensível.
PC: Pensas que o Racing ter estado sem competir três semanas influenciou de alguma forma?
FP: Quanto ao tempo de "paragem" do Racing, só os seus responsáveis podem perceber se foi benéfico ou não. Do nosso lado as últimas semanas não foram propriamente dito fáceis... os dois jogos da meia final do campeonato; algumas ausências querem na preparação quer para o jogo... não esquecendo que os treinos realizaram-se em três pavilhões diferentes durante a última semana: nos quais apenas uns oito jogadores marcaram presença; entre outras condicionantes.
PC: Como este título nacional, pensas que coloca alguma responsabilidade para a final do campeonato frente ao Differdange 03?
FP: A taça e o campeonato são provas distintas... Tivemos a felicidade de ser competentes o suficiente para conseguir ganhar a Taça e a nossa responsabilidade é a mesma que antes deste jogo. Muitos questionam o mérito de estarmos na final do campeonato, mas vamos encarar a oportunidade com ambição, atitude e humildade. Vamos dar o nosso melhor e penso que temos boas possibilidades frente a um poderoso adversário! O Differdange está extremamente bem trabalhado e nota-se uma evolução fantástica em todos os seus processos de jogo.
PC: Esperavas no início da época vencer a taça e marcar presença na final do campeonato para decidir o título do futsal luxemburguês?
FP: No final da época passada a minha saída da Amicale Clervaux esteve quase a acontecer... houve um voto de confiança da parte do presidente com a exigência de estar na discussão dos títulos nacionais e ganhar algo! Aceitei as exigências e hoje estamos perante este cenário: no qual foi desenvolvido um grande trabalho por uma equipa técnica completada com o Rui Leal, com o qual partilho este percurso de sucesso. Não basta acreditar; é preciso fazer por... E todos nós temos feito por...
Por seu lado o técnico do Racing FCU Luxemburgo:
Pedro Cunha (PC): No rescaldo da final que comentário fazes ao jogo? 
André Sério (AS) [Racing]: A vitória do Clervaux è justa... eles souberam jogar a final e nós não. Depois do primeiro golo eles souberam organizar-se de uma maneira que nós nunca fomos capazes de ultrapassar e temos de ter bem em mente todos os erros que cometemos...
PC: Pensas que terem estado três semanas sem competição influênciou neste jogo?
AS: Penso que não teve influência... considero que os meus jogadores não souberam ultrapassar os nervos e a ansiedade que tinham em relação à final... 
PC: O que esperas na próxima época depois do título na 2a divisão e marcarem presença na final da taça?
AS: Para a próxima época vamos construir o plantel de forma a estarmos na luta em todas as frentes! Temos de encarar cada jogo da mesma maneira que fizemos durante este ano.

Agora segue-se a final do campeonato (à melhor de cinco) e o calendário é o seguinte:
24/4/17 pelas 21h: Differdange 03 Vs Clervaux
27/4/17 pelas 20h: Clervaux 03 Vs Differdange 03
01/5/17 pelas 20h: Differdange 03 Vs Clervaux
04/5/17 pelas 20h: Clervaux 03 Vs Differdange 03
08/5/17 pelas 22h: Differdange 03 Vs Clervaux

Não possuí direitos para inserir comentários

Futsal Porto Distrital

Copyright © 2016. All Rights Reserved.