Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Quatro equipas eliminaram equipas do escalão superior
Dos trinta e um jogos que se realizaram nesta segunda eliminatória, um terço foi decidido nos pontapés da marca de grande penalidade, e houve muitos resultados equilibrados, havendo apenas quatro goleadas.

Mas iniciamos pelas sensações desta segunda eliminatória, onde quatro equipas de escalão inferior eliminaram equipas de um ou dois escalões acima, e um deles foi no tempo regulamentar como foi o caso do FC Estrelas Susanenses da 1ª Divisão a vencer (3-1) e a eliminar o DO Fonte Moura da Divisão D’Elite. As outras três equipas foram todas elas nos pontapés da marca da penalidade, como foi o caso do Barranha SC (Honra) diante o GD Cem Paus (Elite) após um empate a duas bolas venceu nos pontapés da marca de grande penalidade por 3-1. O GDCR Escolas de Arreigada (1ª Divisão) eliminou o ARC Alpendorada (Honra) após empate a uma bola e uma vitória nos pontapés da marca da grande penalidade por 3-2, assim como a Juventus Triana (1ª Divisão) que empatou no tempo regulamentar a três golos diante o AD Carvalheiras (Honra) e venceu por 3-1 nos pontapés da marca de grande penalidade.
Para além das duas equipas referenciadas da Divisão D’Elite eliminadas, mais duas o foram em jogos diante equipas do mesmo escalão, o Balantuna FC perdeu (1-3) na receção à Associação Académica de Leça e o Gramidense Infante FC que visitou o GDC Cohaemato, caiu nos pontapés da marca da grande penalidade após um empate a quatro golos e uma derrota por 3-1 na lotaria.
Com a saída destas quatro equipas mais a desistência do Estrelas Vasco da Gama FC, sobram onze equipas da Divisão D’Elite, quanto a equipas da Divisão de Honra, caíram seis equipas, duas já falamos, ARC Alpendorada e AD Carvalheiras, e mais quatro equipas, duas delas jogaram com equipas da mesma divisão, a Casa FC Porto de Rio Tinto que perdeu 4-2 em casa do SC Arcozelo / Espaço Auto e ARC Moinhos que recebeu e perdeu pela margem mínima (0-1) diante o Jaca FC, a quinta equipa da Honra a cair foi o CR Bougado que recebeu e perdeu 1-4 diante os lideres da Divisão D’Elite, Póvoa Futsal Clube e a sexta equipa da Honra a cair nesta eliminatória foi o Vila Futsal Clube que perdeu 2-4 diante o CCD Ordem da Divisão D’Elite.
Da 1ª Divisão caíram vinte e uma equipas, sete jogaram com equipas da Divisão D’Elite, quatro delas foram goleadas, ADC Figueiras (1-8) diante o C. Académico Sangemil, no dérbi maiato entre o Maia Futsal Clube e o AM Granja (1-4), a JD Meinedo (1-6) diante a JD Águas Santas e o Balio Futsal Clube que nem conseguiu o tento de honra diante o FC Paços de Ferreira (0-9). Duas delas conseguiram resultados equilibrados diante equipas de dois escalões acima, SC Freamunde perdeu apenas pela diferença de um golo diante o ADR S. Pedro Fins (3-4) e a AD Labruge perdeu apenas por dois golos (3-5) diante a JD Gaia. Finalmente a única equipa da 1ª Divisão que conseguiu levar o jogo para a decisão dos pontapés da marca da grande penalidade, foi o Guidões FC que obrigou o GCR Vermoim a trabalho forçado, tendo empatado a dois no tempo regulamentar e perdido por 2-3 na lotaria.
Nos jogos entre equipas da 1ª Divisão e Divisão de Honra, quatro equipas da última divisão portuense saíram da competição, apesar disso o resultado mais volumoso aconteceu em Valongo com o Núcleo local a perder (0-3) com o Núcleo DB Bom Pastor. Clube Slotcar da Trofa e GD Juventude Matosinhos SC, perderam pelo mesmo resultado (1-3) diante ADCM Urbanização Areias e ADC Santa Isabel respectivamente.
No dérbi gondomarense entre a JD Gondomar e Gondomar Futsal Clube, foi o único jogo onde a equipa da divisão inferior foi eliminada entre estas duas divisões que foi à decisão dos pontapés da marca da grande penalidade após um empate a três no tempo regulamentar e derrota da Juventude por 1-2 na lotaria.
Os confrontos entre equipas da 1ª Divisão foram dez, e o equilíbrio foi constante com excepção da goleada (1-7) do CF Perosinho na visita ao AC Alfenense, os restantes houve equilíbrio e quatro deles foram decididos apenas nos pontapés da marca da grande penalidade, ou diferenças de um golo no final do tempo regulamentar com excepção do Leça FC/AEFEP que venceu por 2-0 o GDC Escolas de Modelos.
Dos quatro jogos que foram decididos nos pontapés da marca da grande penalidade apenas o AD Penafiel conseguiu seguir em frente (3-3 / 2-3 GP) como visitante, deslocando-se à Senhora da Hora para defrontar o Alfa Académico Clube.
Mosteiro FC , ACD Mindelo e Clube Académico de Pedras Rubras seguiram em frente depois dos empates e vitórias na lotaria diante GD S. Sebastião (3-3 / 2-1 GP), FC Aliviada (2-2 / 2-1 GP) e AR Restauradores Brás Oleiro (5-5 / 3-2 GP), respectivamente.
Dos jogos que terminaram com a vitória no final do tempo regulamentar, duas foram como visitadas e outras duas como visitantes.
GD Magrelos e GACER receberam e venceram respectivamente, A. Miramar Império (2-1) e ARCD Vila Verde (4-3), enquanto GD Covelas e Leixões SC conseguiram vitórias fora de portas, os trofenses venceram (3-4) na visita ao Aparecida FC, já o Leixões SC na curta deslocação a Santa Cruz do Bispo, visitou e venceu por 2-3 o ARCD Junqueira FC.
O ARCD Junqueira FC diante o Leixões SC foi o jogo que escolhemos e consideramos o mesmo como o jogo top da segunda eliminatória, e estivemos presentes. Apesar de haver outros jogos onde se defrontaram equipas da Divisão D’Elite, este jogo face ao cariz do mesmo apesar de serem duas equipas da divisão mais inferior da AF Porto, estavam frente a frente um histórico da modalidade, o ARCD Junqueira FC e um clube que é histórico no futebol e que ingressou esta época no futsal, Leixões SC.
Foi um bom jogo, com três equipas empenhadas a dar espectáculo e foi conseguido, não só dos que participaram no jogo, como a assistência que praticamente lotou o Pavilhão Municipal de Santa Cruz do Bispo. Apesar de a informação no portal da Câmara Municipal de Matosinhos informar que a infra-estrutura ter uma capacidade na lotação de 1500 pessoas sentadas é fácil rebater este número e fazendo as contas nem metade e mesmo metade as pessoas teriam de estar compactadas, por isso estaria uma casa entre as 650 e 700 pessoas.
Apesar do aglomerado de pessoas não se descortinou qualquer afronta entre adeptos, pois estiveram só com a intenção de apoiar cada um a sua equipa e quando assim é estão todos de parabéns.
Quanto ao jogo o Leixões SC foi a equipa que mais rematou e criou mais oportunidades de golo, com incidência na segunda parte, onde Bruno Teixeira, guarda-redes do Junqueira estava a ser um dos melhores em campo, impedindo e retardando por diversas vezes o golo do Leixões SC, até ao momento que foi expulso por agressão ao segundo árbitro, arremessando a bola contra este de forma intencional, foi um momento inqualificável e impensado do atleta santa-cruzense.
O Leixões foi um justo vencedor como podem ver no resumo alargado e nas declarações dos treinadores intervenientes.

As contas de quem fica
Para a terceira eliminatória o jogo grande da terceira eliminatória é entre a JD Gaia e Póvoa Futsal Clube, duas equipas que na época passada militavam na 2ª Divisão Nacional e esta época comandam a Divisão D’Elite, na segunda e primeira posição respectivamente.

Para além deste confronto há mais dois jogos entre equipas da Divisão D’Elite, GDC Cohaemato e FC Paços de Ferreira recebem respectivamente, C. Académico Sangemil e A. Académica de Leça.
Confrontos entre equipas da Divisão de Honra e Divisão D’Elite, são outros três, AR Negrelos que chegou a esta fase sem jogar face à desistência do Estrelas Vasco da Gama FC, vai receber o GCR Vermoim, o ADC Santa Isabel terá de defrontar em sua casa o ADR S. Pedro Fins e o Barranha volta a receber uma equipa da Divisão D’Elite, o CCD Ordem.
E para fechar as equipas da Divisão D’Elite o AM Granja desloca-se a Rio Tinto para defrontar o Mosteiro FC e a JD Águas Santas tem uma viagem mais longa, desloca-se a Lousada para defrontar o GACER, adversários que são da 1ª Divisão.
Confrontos entre equipas da Divisão de Honra, são dois, Jaca FC recebe o SC Arcozelo / Espaço Auto e o Gondomar Futsal C. está envolvido em mais um dérbi gondomarense desta feita com o ADCM Urbanização Areias.
Confrontos entre equipas da 1ª Divisão e Divisão Honra, apenas um, o ACD Mindelo vai receber o Núcleo DB Bom Pastor.
E é certo que na quarta eliminatória haver ainda pelo menos cinco equipas da 1ª Divisão, pois são estes números de jogos entre equipas desta divisão.
Leixões SC, Juventus Triana FC, AD Penafiel, Leça FC /AEFEP e FC Estrelas Susanenses, jogam como visitados e vão receber respectivamente, GD Magrelos, C. Académico de Pedras Rubras, GDCR Escolas Arreigada, GD Magrelos e GD Covelas.

Não possuí direitos para inserir comentários

Futsal Porto Distrital

Copyright © 2016. All Rights Reserved.