C. Académico de Pedras Rubras recebeu visita ilustre
Hernani Borges, internacional Cabo-Verdiano que deu os primeiros pontapés na bola como federado no futsal, visitou esta noite o seu primeiro clube, o Clube Académico de Pedras Rubras e falou da sua carreira profissional no futebol.
Segundo o próprio na sua página de facebook, considera ter tido uma experiência espectacular que tinha de a partilhar, e nos existimos para destacar ainda mais estes gestos.

Hernani Borges que jogou entre outros clubes na USC Paredes, CD Aves, SC Beira-Mar SC, CD Santa Clara, FC Penafiel, Leixões SC, SC Farense e Varzim SC, para além de duas experiências internacionais como no Alki Larnaca do Chipre os suiços do FC Will 1900 fazendo agora parte do plantel SC Salgueiros que vai disputar o play-off de acesso aos Campeonatos Nacionais, diz ter tido um convite de “um amigo agora treinador (André Martins – Treinador do Escalão de Iniciados), fui falar um pouco sobre o que foi e o que é a minha carreira como profissional de futebol aos craques do Académico de Pedras Rubras”.
O CAPR foi o seu primeiro clube já lá vão 25 anos, e o “veterano” atleta disse ter sentido, “um pouco de nostalgia por entrar no pavilhão da nossa C+S de Moreira da Maia
e recorda que no seu tempo os treinos eram ao ar livre e, “era raro lá entrarmos excepto em aulas de educação física ou em eventos de importância relevante”. Tendo em conta que hoje em dia as condições são outras o atleta mostra felicidades pela, “vontade para a prática do futsal/futebol é tema de debate e fico feliz por ver pessoas a manter esse projecto a funcionar” e resalva a identidade do clube maiato que é, “mais do que jogar futebol continuam a formar homens, assim como eu quando ali comecei a desenvolver a paixão pelo desporto, me incutiam a necessidade de valorizar mais o espírito de equipa a camaradagem o respeito e o compromisso e eu nem imaginava que essas seriam das maiores bases pra ser o que sou no futebol hoje, respeito pra ser respeitado e ter oportunidade de dar o exemplo” e reforça o exemplo que o incutiram no clube, “não me canso de falar nisto porque nunca correrei mais do que já corri nunca saltarei mais do que já saltei, mas tudo o que aprendi moldou a minha pessoa” e diz pensar hoje em dia, “ser capaz de dar um bom exemplo porque até uma estrela para brilhar mais que as outras tem de ser constante e exemplar e mesmo essas só brilham durante um certo período agora os bons exemplos são eternos” e termina dizendo, “Prefiro seguir esse caminho não me canso de o dizer!

 

Futsal Porto Distrital

Copyright © 2016. All Rights Reserved.