Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Infractor foi identificado pela força policial presente
No jogo do Escalão Júnior “A” a contar para o Campeonato Distrital da Divisão de Honra Série 3, entre FC S. Romão e CD José Lopes esteve interrompido durante cinco minutos até que a situação fosse totalmente controlada.

Numa jogada mais ríspida entre dois atletas, junto à linha lateral do lada das bancadas, e onde entraram em confronto, que foi logo controlado pela equipa de arbitragem, só que na sequência uma pessoa do público desceu da bancada e agrediu o jogador da equipa da casa e a situação só não foi mais complicada por ser um jogo onde estava presente a força policial que controlou a situação, tendo identificado o elemento do público agressor.
Sabe-se que o elemento agressor é familiar do atleta do CD Lopes envolvido no lance, e segundo o responsável do clube maiato, “é um elemento que a única coisa que o liga ao clube é ser irmão de um atleta, pois o mesmo não tem ligações ao clube”, segundo nos disse Bruno Alves, director do clube maiato, e que “lamenta profundamente o sucedido”.
Quanto ao presidente do FC S. Romão, Rui Damasceno, “repudiamos o comportamento dessa pessoa e já colocamos o nosso total apoio à disposição do nosso atleta caso o mesmo queira avançar com uma queixa-crime contra o agressor”.
Por fim após a expulsão dos dois atletas que se envolveram na jogada o jogo continuou sem que houvesse mais alguma coisa a registar.
Fica a questão, a situação foi resolvida e o jogo chegou ao fim após intervenção policial presente, e mesmo com a força policial presente estas coisas acontecem o que será quando não houver policiamento.

Não possuí direitos para inserir comentários

Futsal Porto Distrital

Copyright © 2016. All Rights Reserved.