Votos do utilizador: 4 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela inativa
 

A Academia de Arbitragem Albino Nogueira – AAF, repudia tais atos
Segundo o comunicado da Academia de Arbitragem Albino Nogueira – Associação de Árbitros de Futsal, ouve dois jogos que após os mesmos terminaram em agressões.

As agressões aconteceram no jogo de seniores da Divisão de Honra no jogo entre o Núcleo DB Bom Pastor e FC Paços de Ferreira e no campeonato Júnior “D” da 2ª Divisão Honra entre o GD Ricardinho 10 e o Clube Académico Sangemil.
Durante o dia de ontem fomos sendo informados do que se tinha passado num e noutro jogo mas muito vagamente e estávamos a aguardar que as partes envolvidas se pronunciassem, no entanto até ao dia de hoje apenas Manuel Sousa do GD Ricardinho 10, repudiou e falou sobre a agressão que o árbitro Filipe Cerqueira tinha sofrido por parte de uma mãe de um atleta da equipa adversária, relativamente ao jogo de seniores ainda estamos sem saber o que realmente se passou, a não ser que fomos informados que o FC Paços de Ferreira estava a pensar emitir um comunicado sobre os acontecimentos registados e que não estaria posto de parte agir judicialmente sobre os autores das agressões.
Quanto ao comunicado da Academia passamos a transcrição do mesmo na íntegra:
COMUNICADO - AGRESSÕES A ÁRBITROS
A Academia de Arbitragem Albino Nogueira - Associação Arbitros de Futsal, vem por este meio, expressar a sua total solidariedade com os árbitros Mário Cunha, árbitro do jogo a contar para o Campeonato Distrital da Divisão de Honra da AF Porto, entre as equipas NDB Bom Pastor e o FC Paços de Ferreira, que culminou numa agressão bárbara por parte de um atleta da equipa visitada, e Filipe Cerqueira, árbitro do jogo a contar para o Campeonato Distrital de Júniores D da AFPorto, entre as equipas GD Ricardinho 10 e o CA Sangemil, tendo sido agredido pela mãe de um atleta da equipa visitante.

Desta forma, repudiamos convictamente as agressões de que foram vítima os Árbitros. Informamos que o nosso apoio está a ser dado desde o primeiro momento, acompanhando os seus estados de saúde. Serão tomadas todas as diligências necessárias de seguimento à grave situação, na esperança que seja feita justiça, de forma idónea, isenta e célere, para que se acabe de vez com este clima de autêntica intimidação para com os Agentes de Arbitragem.

Não possuí direitos para inserir comentários

Futsal Porto Distrital

Copyright © 2016. All Rights Reserved.