Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Pede justiça isenta e célere
A Academia de Arbitragem Albino Nogueira – Associação de Árbitros de Futsal, já veio a público solidarizar-se com Luciana Oliveira, árbitra agredida no encontro da Divisão D’Elite da AF Porto no jogo de ontem entre a JD Águas Santas e DO Fonte Moura.

Num curto comunicado de dois parágrafos os órgãos sociais da Associação, repudiam a agressão que a sua colega foi vítima que denominam de uma agressão bárbara e dizem que o apoio à vítima está ser desde o primeiro momento e no acompanhamento do seu estado de saúde e afirmam que serão tomadas todas as diligências na esperança que seja feita justiça para que situações idênticas não se voltem a repetir, fique com o comunicado completo. 

COMUNICADO - AGRESSÃO A ÁRBITRA

A Academia de Arbitragem Albino Nogueira - Associação Arbitros de Futsal, vem por este meio, expressar a sua total solidariedade com a colega Luciana Oliveira, Árbitra Cronometrista do jogo, que decorria na tarde do dia 7 de Outubro, a contar para a 1a jornada do campeonato distrital da Divisão de Elite da AF Porto, entre as equipas Juventude Desportiva de Águas Santas e o Desportivo Operário Fonte da Moura, que culminou numa agressão bárbara por parte de um atleta da equipa visitante.

Desta forma, repudiamos convictamente a agressão de que foi vítima a Árbitra Luciana Oliveira. Informamos que o nosso apoio está a ser dado desde o primeiro momento, acompanhando o seu estado de saúde. Serão tomadas todas as diligências necessárias de seguimento à grave situação, na esperança que seja feita justiça, de forma idónea, isenta e célere, para que situações destas não se voltem a repetir e se acabe de vez com este clima de autêntica intimidação para com os Agentes de Arbitragem.

Não possuí direitos para inserir comentários

Futsal Porto Distrital

Copyright © 2016. All Rights Reserved.