Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Ordem passa teste com distinção
Numa luta contra o tempo, o Desportivo da Ordem mostrou que está para as curvas ao bater, na passada sexta-feira, o Balantuna por 8-4.

Depois da derrota em Aldoar, aos pés do Fonte da Moura, os lousadenses protagonizaram uma exibição consistente, apesar das diversas ausências. Tal como vem sendo habitual nos jogos em casa, a turma liderada por Jorge Teixeira assumiu as rédeas do jogo e aos cinco minutos, após uma interessante jogada coletiva pela direita, Panado surgiu na área, livre de marcação, a carimbar o primeiro.
Contudo, o irreverente Paulinho, numa iniciativa pessoal, levou tudo à frente e fez o empate, logo de seguida. Aos dez minutos, Mário esteve em destaque. O pivô de vinte e quatro anos aproveitou um passe errado para assistir Miguel Tomás para o 2-1.
Jogando de igual para igual, o Balantuna nunca se remeteu atrás e foi à procura de virar o resultado. À passagem dos doze minutos, Zezinho combinou com Diogo em sucessivas tabelas e restabeleceu a igualdade. Uma fartura de golos para todos os gostos animava a noite fria no Pavilhão da Ordem, deixando crer que o jogo seria intenso até ao fim.
Na resposta, Edgar Santos, com uma bomba do meio da rua, faz um golo de belo efeito.
Em crescendo, a Ordem ficou perto de faturar aos quinze minutos, através de um remate cruzado de Romeu. Praticamente em cima do intervalo, Manu, um dos mais dedicados, vai iniciar e concluir a jogada do 4-2, levando a Ordem para o descanso com uma vantagem de dois golos.
Para a segunda parte, o conjunto gondomarense, que não vence para o campeonato desde seis de Janeiro, mudou a sua identidade e viria a reduzir por intermédio de Pedro. Em diversas transições, os forasteiros conseguiram mesmo fazer o empate. Canto na direita e, ao segundo poste, Paulinho bisa no encontro e deixa as cerca de duas dezenas de adeptos em clara euforia.
Todavia, aos vinte e nove minutos, os contrários falham na saída para o ataque e Miguel Tomás oferece o 5-4 a Ricardo Rocha.

Jorge Santos, técnico do Balantuna, não perdeu tempo e lançou o 5 para 4, com Paulinho a funcionar como guarda-redes avançado. Aproveitando a baliza desguarnecida, Mário Barbosa iria fazer o gosto ao pé, num tento muito festejado. No minuto seguinte, mais um golo para a conta do camisola doze, ele que mostrou estar de pontaria afinada. A vitória já não escapava aos locais que, a poucos segundos do fim, iria fechar as contas em 8-4, Manu também bisava na partida, a passe de Miguel Tomás. Vitória categórica do Desportivo da Ordem numa demonstração de força e de clara convicção, rumo a uma das 8 posições de acesso ao play-off de subida. No próximo sábado, dia dois de Março, deslocação complicada à cidade da Maia, para medir forças com o São Pedro de Fins.
FICHA DE JOGO:
Jogo: CCD Ordem Vs AM Granja: 5-4
Local: Pavilhão CCD Ordem, em Lousada. 110 espetadores.
Ao intervalo: 4-2. 

MARCADORES:
* Panado (5’), Paulinho (8’ e 28’), Miguel Tomás (10’), Zezinho (12’), Edgar Santos (13’), Manu (19’ e 39’), Pedro (23’), Ricardo Rocha (29’) e Mário Barbosa (36’ e 37’).

CCD ORDEM:
Cinco Inicial: Carlos Rocha, Manu, Ricardo Rocha, Panado e Hugo Silva.
Substitutos: Miguel Tomás, André Martins, Edgar Santos, Romeu e Mário Barbosa. 
Treinador: Jorge Teixeira.

BALANTUNA FC:
Cinco Inicial: Renato, Pedro, Patrick, Zezinho e Aleni.
Substitutos: Paulinho, Doriva, Diogo, Fula, Nuninho e Miguel. 
Treinador: Jorge Santos.

RESUMO DO JOGO:

DECLARAÇÔES DOS INTERVENIENTES: