Um mês depois, o regresso às vitórias
Está colocado um ponto final à crise de resultados do Desportivo da Ordem. A turma liderada por Miguel Pereira recebeu e venceu a Académica de Leça por 6-5, num jogo impróprio para cardíacos.

Diante o décimo quarto classificado, os lousadenses mantiveram o nível habitual, com um forte caudal ofensivo, mas na frente, a bola teimava em não entrar. Por seu turno, os visitantes, em posição aflitiva na tabela, fizeram pela vida e aos seis minutos, Miguel Maio aproveitou um passe longo do guarda-redes para atirar a contar, face à saída de Carlos Rocha.
Correndo atrás do prejuízo, situação que tem sido recorrente para as hostes da casa, o Desportivo da Ordem fez o empate e com inteira justiça, diga-se de passagem. Panado foi à direita fazer a assistência para Miguel Tomás finalizar com precisão.
O jogo enveredou por outra vertente, mais aberto, mais repartido, onde foi possível ver as duas equipas a mostrarem-se com mais critério. Todavia, os alvi-negros que viajaram desde de Leça da Palmeira iriam colocar-se de novo em vantagem. Miguel Maio combina com Pedro Lopes na esquerda para disparar para o fundo da baliza, numa jogada rápida onde imperou também o poderio físico de ambos. Este lance iria justificar uma pronta reação no minuto seguinte, Huguinho iniciou a jogada, entregou em André e este, num passe de génio, oferece o 2-2 a Edgar, mesmo à boca da baliza.
Terminava assim uma primeira parte com muita alma e, após o intervalo, os forasteiros vão faturar novamente. Apenas cinquenta segundos após a bola ter rolado do centro do terreno, Bruno Cruz iria bisar após uma triangulação entre os homens mais adiantados.
Novamente em desvantagem, a Ordem deu nova resposta convicta. Bom trabalho de Huguinho a tabelar com André, antes de fuzilar Joaquim com biqueira da bota.
Aos vinte e dois minutos, os locais até introduziram a bola na baliza, mas a dupla de juízes já tinha interrompido o desafio. Do outro lado, Pedro Lopes “partiu a loiça” numa jogada individual, mas viu o seu remate levar nega de Carlos Rocha. Na outra baliza, Joaquim esteve em alta aos vinte e quatro minutos, com dupla intervenção de luxo a remates de Edgar e de Huguinho.
A baliza contrária parecia enfeitiçada, mas aos trinta minutos, após um remate ao poste de Panado, o esférico surge na carreira de tiro para Manu disparar forte e colocado, levando o Desportivo da Ordem a vantagem, pela primeira vez.
Todavia, foi “sol de pouca dura”, uma vez que alguns segundos depois, Bruno Cruz assina o hat-trick, num golo onde Carlos Rocha é mal batido. Daí até à reviravolta, foi um ápice, Renato aparece na direita a rematar entre o poste e o guarda-redes. O cenário estava pintado para mais uma derrota, mas tal não aconteceu.
A passagem dos trinta e cinco minutos, começou a ser escrita a história de novo “volt-face” na partida, com uma arrancada de Huguinho em jogada de trÊs para um e André Martins, só teve de confirmar o empate. Entretanto, as duas equipas atingiram o limite das 5 faltas, originando vários livres diretos sem barreira.
O jogo ultrapassou todos os limites e aos trinta e seis minutos, em jogada de contragolpe, Miguel Tomás bisa e faz o 6-5 final, para uma verdadeira explosão de alegria da bancada.
Nos derradeiros minutos, Ricardo Nobre é expulso por acumulação de amarelos, complicando ainda mais a tarefa dos visitantes. Quase dois meses depois, o Desportivo da Ordem brinda os seus adeptos com uma vitória no seu recinto, isto em vésperas da deslocação complicada ao terreno do Gramidense Infante.
FICHA DE JOGO:
Jogo: CCD Ordem Vs A. Académica de Leça: 6-5
Local: Pavilhão CCD Ordem, em Lousada. 150 espetadores.
Ao intervalo: 2-2. 
Disciplina: * Duplo amarelo: Ricardo Nobre (38’)
Marcha do marcador:
0-1: Miguel Maio (6´);
1-1: Miguel Tomás (12’);
1-2: Bruno Cruz (18’);
2-2: Edgar Santos (19’);
2-3: Bruno Cruz (21’);
3-3: Huguinho (22’);
4-3: Manu (30’);
4-4: Bruno Cruz (30’);
4-5: Renato Leitão (31’);
5-5: André Martins (35’);
6-5: Miguel Tomás (36’);

CCD ORDEM:
Cinco Inicial: Carlos Rocha, Huguinho, Ricardo Rocha, André Martins e Edgar Santos.
Substitutos: Paulo Alves, Bernardo Dias, Nélson, Rúben Andrade, Luís Ferreira e Fábio Coelho. 
Treinador: Miguel Pereira.

A. ACADÉMICA DE LEÇA:
Cinco Inicial: Joaquim Noverça, Luís Barra, Renato Leitão, Ricardo Nobre e Paulo Campos.
Substitutos: Pedro Kingwell, Bruno Cruz, Miguel Maio, Pedro Lopes e Nuno Barreira. 
Treinador: Paulo Correia.


Futsal Porto Distrital

Copyright © 2016. All Rights Reserved.