Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Mais uma época se inicia, desta vez com um novo formato competitivo nesta divisão.
Todas as equipas foram divididas em 3 Séries, em vez das habituais duas, distribuídas por zonas. Na série 1 foram colocadas as equipas da área de Matosinhos e Gaia, na série 2, as equipas da Maia, Trofa e duas de Gondomar e na série 3 as restantes equipas de Gondomar, Paredes e Paços de Ferreira.

Prometendo ser uma série muito competitiva, a série 2 arrancou a meio gás. Com as primeiras jornadas da ASS Amanhã da Criança adiadas, apenas cinco jogos se realizaram.
Numa primeira análise, e sem ter visto todos os jogos, parece-me que temos algumas equipas bem melhor preparadas para esta série do que outras, no entanto, a minha experiencia pessoal diz-me que tudo isso pode mudar em apenas uma jornada, esperemos para ver.
No Sábado, a abrir o campeonato, duas equipas conhecidas se encontraram.
No Castelo da Maia, CD José Lopes recebeu e foi derrotado pelo FC S. Romão.
Duas equipas de valores aproximados acabaram por protagonizar um jogo bastante desequilibrado, no que ao resultado diz respeito, e por nos brindar com a segunda maior goleada da jornada.

O jogo começou equilibrado com as equipas a encaixarem muito bem uma na outra. Durante dez minutos pouco se assinalou. Aos dez minutos de jogo, o S. Romão faz valer o ligeiro domínio que vinha a apresentar e marca o 0-1 com uma excelente jogada finalizada de cabeça pelo seu numero 33 “Tomás”. Desbloqueado o resultado, o domínio da equipa visitante acentuou-se com a equipa da casa a praticamente não criar oportunidades até ao intervalo. Pouco minutos passados após o primeiro golo, duas jogadas idênticas, finalizadas ao segunde poste pelo mesmo número 19 “Luís” da equipa visitante fizeram o 0-3 com que se fechou a primeira parte.
Na segunda parte a equipa da casa voltou mais pressionante e mais aberta, procurando discutir o resultado, no entanto, permitiram logo aos quatro minutos de jogo que, num contra-ataque fulminante, Luís fizesse o seu hattrick e o 0-4 para os visitantes.
Três minutos depois, um pé preso à entrada da área leva o árbitro a assinalar grande penalidade para a equipa visitante. Oportunidade para ampliar ainda mais a vantagem desperdiçada pelo número 10 que se viria a redimir num contra-ataque mortal já três minutos após os vinte e cinco, fazendo o 1-5 final.
Pelo meio, após o penalti falhado, a equipa da casa cresceu um pouco e criou oportunidades, tendo conseguido converter apenas uma aos vinte e dois minutos pelo seu número vinte que, já em esforço, após várias tentativas consegue meter a bola dentro da baliza. Um bom jogo entre duas equipas que de certeza ainda vão mostrar muito mais futsal em confrontos futuros! Parabéns a ambos. Ficam os comentários de ambos os treinadores:
Emanuel Lopes (CD José Lopes):
Relativamente ao jogo com o São Romão, um pouco diferente do que tínhamos imaginado, uma primeira parte muito fraca da nossa parte, com bastante medo de progredir, cometemos imensos erros que nos custaram os três golos.
Uma segunda parte diferente onde tentamos mostrar algo diferente, voltando a cometer erros, onde conseguimos fazer o único golo na partida.

Michael Sampaio (FC S. Romão):
O jogo decorreu dentro do espectável. Estivemos bem na primeira, conseguimos finalizar com sucesso, apesar de algumas falhas.
Na segunda parte não correu tão bem como a primeira, mas não podemos esquecer que do outro lado estava o adversário com o mesmo objetivo, a vitória. Ainda estamos no início do campeonato, não nos podemos iludir, há muito trabalho ainda para fazer e ser feito, mas, acima de tudo, é gratificante ver o crescimento dos nossos jogadores
”.


Domingo de manhã, bem cedo, o CD Aves recebeu o Arsenal Clube de Parada. Um jogo que se previa equilibrado acabou por ter um resultado indiscutível para a equipa da casa. Quatro golos sem resposta permitem ao CD Aves a terceira maior goleada da jornada e o terceiro lugar na tabela. O Arsenal C. Parada arranca da pior forma sem marcar ainda qualquer golo. Veremos se será esta a tendência do campeonato.

Logo a seguir, ADR S. Pedro de Fins recebeu o C. Académico de Pedras Rubras.
Duas equipas limitadas que se apresentaram apenas com oito elementos no banco acabaram por nos presentear com um bom jogo de futsal. Um jogo quase na totalidade dominado pela equipa visitante, que se deparou com uma equipa da casa muito bem organizada defensivamente. Perante este bloco fechado do adversário, a formação de Pedras Rubras retraiu-se e fez uma primeira parte lenta e pouco agressiva. Com algumas das principais peças ofensivas fora deste jogo, a formação visitante que aspira à subida de divisão, pouco perigo conseguiu criar na primeira parte. 0-0 ao intervalo impunha uma mudança de estratégia de algum dos lados.

A equipa da casa voltou fechada, a defender tão bem ou melhor que na primeira parte, no entanto a equipa visitante mostrou claramente que pretendia vencer ao aumentar quer o ritmo quer a agressividade do jogo. Após várias tentativas, a equipa de Pedras Rubras conseguiu começar a furar o muro defensivo do adversário e a criar perigo, obrigado o adversário a fazer faltas e a atingir a quinta falta a cerca de dez min da segunda parte.
Aos treze minutos o resultado é desbloqueado pelo capitão da equipa visitante, Danny Moreira apos a conversão do livre de dez metros. Com o resultado em 0-1 e a equipa visitante a dominar completamente o jogo, a equipa da casa viu-se obrigada a procurar jogo e a subir as suas linhas, o que permitiu aos visitantes criar ainda mais oportunidades. O 0-2 surge uns minutos depois num alívio casual do número 13 “Joaquim” da equipa visitante que acaba por apanhar o guarda-redes desprevenido e impor um excelente chapéu. Mais perto do fim nova falta e novo livre de dez metros convertido pelo mesmo número 13 do golo anterior. Até ao fim o domínio continuou, tendo a equipa visitante desperdiçado um terceiro livre de dez metros. Um bom jogo que acaba por mostrar as limitações iniciais de ambas as formações e que deixa tudo em aberto para o resto do campeonato. Parabéns a ambos os clubes! Ficam as declarações do Treinador Adjunto do Clube Académico de Pedras Rubras:
André Filipe (C. Académico Pedras Rubras):
Para primeiro jogo esperávamos arrancar da melhor forma, com todo o plantel à nossa disposição! Não tendo sido concretizado esta nossa vontade, devido a lesões, indisponibilidades, surgimos neste primeiro encontro com a dura tarefa de o preparar com 8 atletas, sendo um do escalão de Iniciados. A partida no geral foi em conta aquilo que foi projetado pela equipa técnica, um adversário muito na expectativa, muito coesos defensivamente, procurando sempre que possível situações de contra ataque para surpreender, algo que podia ter acontecido na primeira parte próximo já do intervalo, que poderia ter complicado imenso o jogo para a minha equipa. Quer na primeira parte, quer na segunda, seguramos o jogo em termos de posse de bola e oportunidades de finalização, só não concretizadas pela coesão do adversário defensivamente, que nos estava a causar muitas dificuldades. No segundo tempo aumentamos o ritmo de jogo, podendo aproveitar algum cansaço físico que pudesse surgir no adversário, e sensivelmente a meio do segundo tempo, desbloqueamos a estrutura defensiva do adversário, que nos permitiu ficar com o jogo mais controlado e assim, aumentar a vantagem no marcador. Fico contente com o empenho de todos os intervenientes neste jogo, pois mostraram uma dedicação muito grande e espírito de sacrifício, que nos levarão ao objetivo. Bom campeonato a todos”.

De seguida, em Bougado, surge a primeira partilha de pontos desta série. O CR Bougado recebeu uma das duas equipas gondomarenses inseridas nesta série, a Juventus da Triana FC. Um jogo que se previa diferente acaba por ser equilibrado e permitir a partilha de pontos entre ambas as equipas. O 2-2 verificado no fim do jogo coloca as duas formações no meio da tabela e deixa tudo ainda em dúvida para o resto do campeonato. Esperemos pela segunda jornada para ver mais algum do potencial destas duas excelentes formações.

Por fim, de tarde, a surpresa da jornada. A maior goleada desta jornada, que dificilmente será superada, foi do Maia Futsal Clube que recebeu e venceu, por uns contundentes 14-3, a equipa do GCR Ardegães. O porquê de um resultado tão desequilibrado é-me muito complicado dizer sem ter observado o jogo, mas resta-me fazer a análise superficial e procurar ver o próximo jogo de ambas as equipas. Uma equipa do Maia Futsal que se prevê muito competitiva e em disputa pelos lugares de acesso à fase de campeão, e uma equipa de Ardegães que tem ainda muito trabalho pela frente e que pode vir a surpreender em fases mais avançadas do campeonato. Veremos o que o futuro reserva para ambas pois muitas surpresas ainda podem surgir.

Devido ao adiamento do jogo por parte da ASS Amanhã da Criança, quer esta equipa quer o Gondomar Futsal C. Ainda não jogaram.
Uma primeira jornada que deixa o campeonato dividido já em três grupos mas que nada quer dizer a nível de classificação final.
A realidade é que, não contando com as equipas que ainda não jogaram, temos duas formações que ainda não sofreram qualquer golo, CD Aves e Clube Académico de Pedras Rubras. E duas formações que ainda não marcaram qualquer golo, Arsenal C. Parada e ADR S. Pedro de Fins.

Na segunda jornada teremos de certeza muitas surpresas e ainda mais espetáculo.
Com o primeiro jogo mais uma vez adiado, ASS Amanha da Criança e C. Académico Pedras Rubras ficarão a descansar nesta jornada.
Dos restantes cinco jogos, quatro serão no sábado à tarde e um no domingo.
Gondomar Futsal C. Recebe o CR Bougado e mostrará em que forma se encontra com a frescura de ser este o seu primeiro encontro. O Bougado quererá continuar a ganhar pontos e virá certamente motivado pelo empate da primeira jornada.
O GCR Ardegães recebe o CD Aves e quererá de certa forma limpar a sua imagem depois da goleada imposta na primeira jornada. Será um jogo interessante de se ver com duas equipas claramente à procura da vitória. Veremos se a equipa do CD Aves consegue manter-se sem sofrer golos.
FC S. Romão recebe o Maia Futsal Clube. Será uma prova de fogo para verificarmos se a enorme goleada da primeira jornada foi casual ou se será prata da casa para esta nova equipa da Maia. O S. Romão quererá certamente manter-se no topo e tudo fará para vencer.
Arsenal C. Parada recebe o ADR S. Pedro de Fins. Ambas as equipas ainda sem golos marcados, veremos quem será a primeira formação a conseguir marcar um golo.
Por fim, domingo à tarde, Juventus da Triana FC recebe o CD José Lopes. A excelente formação de Rio Tinto quer repor a justiça nas suas contas e conquistar esta vitória enquanto a equipa maiata quer conquistar o primeiro ponto neste campeonato. Será certamente um excelente jogo de futsal.
Cinco excelentes partidas que prometem mais uma semana de excelente futsal, emoções à flor da pele e resultados surpreendentes.
Apareçam nos pavilhões para apoiar as vossas equipas ou simplesmente para assistir a futsal de qualidade pois estes jovens atletas merecem!!
Um grande obrigado a todos os treinadores que contribuíram para este comentário, desejo uma boa semana de treinos a todos e uma excelente segunda jornada.
Agradeço desde já ao Futsal Porto Distrital a oportunidade de me permitir fazer os comentários a esta série e peço a colaboração de todos os treinadores e diretores que enviem os contactos e comentários a jogos para começar a enriquecer melhor estas análises.

Não sendo eu profissional e apenas colaborando de bom grado para este portal, queria salientar aos diversos leitores e sobretudo aos mais críticos que me limito a fazer as análises de acordo com o meu ponto de vista tendo em conta os jogos que o meu tempo me permite ver e, quando não mo permite, os comentários e descrições dos treinadores que aceitam colaborar. O meu email segue em baixo para me enviarem análises, comentários, fotos, vídeos, sobre qualquer jogo desta série. Obrigado.
Contactos:
 Pedro Morais

E-mail:
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.  

Futsal Porto Distrital

Copyright © 2016. All Rights Reserved.