Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Houve equilíbrio mas não houve empates
Dos seis jogos realizados entre as duas séries apenas um jogo fugiu aos números dos resultados equilibrados, com o AR Freixieiro a ter uma má entrada na Série 2 e a ser goleada pelos campeões em título CD Aves.

Começando precisamente pela Série 2, duas vitórias caseiras e uma fora de portas e é por onde começamos, precisamente o jogo que AR Freixieiro recebeu o CD Aves.
Foi um jogo onde o Aves entrou muito forte e “com vontade de mostrar que era importante marcar nos primeiros minutos” segundo disse Samuel Salgado, treinador do CD Aves, e o golo apareceu aos oito minuto por intermédio de Leo, na sequência de uma reposição de bola da linha lateral com o jogador avense a rematar forte fora da área. O segundo golo aparece dois minutos depois por Hummelito (João) num remate de fora da área. Após o segundo golo, “o Freixieiro começou a subir as linhas e à procura do golo e deixou-nos com mais espaço nas costas e com naturalidade chegamos ao terceiro golo”. O autor do terceiro golo foi Zé Nuno num remate à entrada da área.
A quatro minutos do intervalo a equipa da casa reduz por Zé Gomes e levou o jogo para intervalo com outros motivos de interesse.
No entanto no reatamento, “entramos a marcar logo aos cinco segundos, o que fez com que o jogo ficasse pouco bonito e muito mal jogado, no entanto aproveitamos esta fase em nosso favor onde ampliamos o marcador por mais duas vezes”.
O golos da segunda parte foram marcados por André Hummel de cabeça (1-4), o 1-5 foi da autoria de Peter com um remate de fora da área e o golo que fechou o resultado (1-6) foi marcado por Álvaro num remate à entrada da área.

Em Leça da Palmeira no pavilhão do GDC Cohaemato a equipa da casa alcançou uma vitória pela margem mínima diante os maiatos do AM Granja e que face ao resultado (2-1) e a qualidade individual e colectiva dos intervenientes, por certo a quem esteve presente assistiu a um grande jogo de futsal.

O FC Paços de Ferreira receberam o Matosinhos Futsal Futsal e desta feita não se deixaram ludibriar em casa como aconteceu na época passada quando perderam por uma bola a zero. Desta feita conquistaram os três pontos ao vencerem por 4-2.

Passando para a Série 1, começou logo com o confronto entre os finalistas da época passada da 2ª Divisão, a JD Gondomar repetiu a vitória na final e agora fora de portas diante a AR Restauradores do Brás Oleiro. Num jogo extremamente emotivo do início ao fim com as duas equipas a entrarem com uma vontade enorme de conquistar os três pontos e que demonstraram o porquê de terem vencido as suas séries na época passada. José Rolindo treinador da equipa a par de Joaquim Fernandes comentou que na primeira parte, “a minha equipa entrou a estudar o jogo e tirou partido das fragilidades que a equipa adversária estava a ter nas alas". Um jogo com equilíbrio constante, os gondomarenses chegam ao golo por José Fernandes, golo esse, “que nos deixou um pouco mais confortáveis”.
O Restauradores chega ao empate antes do intervalo na cobrança de um pontapé livre direto, onde foi aproveitado a má colocação da barreira gondomarense e que foi bem aproveitado por Nuno César.
Com o jogo a ir empatado para o intervalo, a segunda parte só podia ser um jogo de emoções. A Juventude chega novamente à vantagem por intermédio de Nandinho Maurício, num remate fantástico fora da área, mas também chega rapidamente à quinta falta com doze minutos ainda por jogar. Coberto por faltas, “baixamos as linhas e jogamos na contenção, baixando os níveis de agressividade sobre o portador da bola”, e deu azo que o Restauradores cresce-se e com vontade em dar a volta ao resultado.
E a equipa da casa teve uma grande oportunidade nos instantes finais da partida na cobrança de um pontapé livre direto na marca dos dez metros, no entanto defendido por João Teixeira, guarda-redes gondomarense. José Rolindo enalteceu o, “grande espectáculo de futsal num pavilhão muito bem composto que teve o prazer de assistir”.

Os vice-campeões da época passada, JD Gaia entraram a perder nesta edição na visita aos estreantes na divisão maior do escalão, GD Magrelos. Os marcoenses surpreenderam os gaienses ao venceram por 4-2, num dos jogos com mais golos da jornada.

A finalizar o resumo da jornada, estivemos presentes no jogo da abertura do campeonato, que aconteceu no Pavilhão da Escola EB 2/3 de Mindelo em Vila do Conde com o Rio Ave FC que na época passada terminou em quarto, a receber o terceiro classificado FC Unidos Pinheirense, com vitória dos gondomarense por 1-3.
Jogo que pode ver o resumo alargado e as declarações dos treinadores e de um atleta de cada equipa.

Não possuí direitos para inserir comentários

Futsal Porto Distrital

Copyright © 2016. All Rights Reserved.