Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Francisco Monteiro deixa gaienses por “cansaço”
Após época e meia ao serviço das seniores femininas da JD Gaia, oriundo do CF Oliveira do Douro, Francisco Monteiro deixa o clube gaiense por estar cansado de o clube e não só de não corresponderem as linhas orientadoras que o próprio considera para se ter sucesso no futuro.

No comunicado de sete pontos o treinador informa que deixa o clube gaiense mas com sentimento de dever cumprido e considera que o plantel que agora deixa é uma, “equipa capaz de ganhar inequivocamente a qualquer equipa da 1º Divisão Distrital sendo por isso um forte candidato aos lugares cimeiros da mesma”.
O desfecho segundo o próprio não tem a ver com os objectivos que aí estavam todos em uníssono, mas sim o caminho para lá chegar e explica que como treinador principal, “Nunca abdicarei de trabalhar as minhas equipas com os meus princípios, ideais, e linhas condutoras da minha própria responsabilidade em consonância com quem me rodeia no trabalho, sempre com o principal lema, o crescimento na modalidade acima de todos nós. Não estando esta visão colectivamente assegurada vi-me na decisão de demitir-me”.
Posteriormente o treinador ataca o amadorismo que reinava no clube embora falando no futuro foi uma mensagem para o passado recente e diz, “Não aceitarei jamais no futuro (para o bem da minha saúde mental) projectos onde estejam patentes um carácter profundamente amador na forma de encarar o trabalho delegado a cada interveniente directo na modalidade”.
No entanto o treinador considera que neste processo recaia alguma culpa da sua parte como no caso ao, “nível comunicacional erros esses que, porém, na normalidade de cada função diária da vida qualquer ser humano à face desta terra comete”, no entanto apesar desses erros justifica os mesmo com os resultados que conseguiu com a equipa, “os resultados estão aí bem à melhor vista de todos e eu como Treinador Principal de Futsal serei sempre um eterno aprendiz e nunca compactuarei com algum tipo de relaxamento sob algum tipo de formação e/ou experiência”.
Antes de finalizar o treinador diz sair de consciência tranquila e consciente do dever cumprido e chama para si e para a sua dedicação uma parte do sucesso da equipa, “com a dedicação extrema que dei a este projecto na minha pequena parte de contribuição para ele estar onde está hoje”.
Ainda deixa agradecimentos aos poucos e poucas e bons que sempre, “me apoiaram incondicionalmente e incessantemente ao longo deste projecto e que deram a "vida" por ele”.
A finalizar diz que será um, “fã incondicional deste grupo de atletas pois o mesmo é dotado de um talento incrível, riquíssimo e ilimitado para a especificidade da modalidade”.
Ao serviço da gaienses Francisco Monteiro ficou na segunda posição da fase regulamentar do Campeonato Distrital da 2ª Divisão em 2016/17, apurando-se para a Fase de Campeão onde apenas ficaram atrás das Campeãs FC Águias de Santa Marta, ainda participou na Taça de Portugal, onde ficou-se pela segunda eliminatória sendo eliminadas pelo Póvoa Futsal C. por apenas 1-0, uma equipa que actualmente joga o Campeonato Nacional, e chegou à segunda eliminatória depois de na eliminatória inaugural ter eliminado as algarvias da UD Castromarinense por 5-2.

Não possuí direitos para inserir comentários

Futsal Porto Distrital

Copyright © 2016. All Rights Reserved.