Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Maranho Neves será o senhor que se segue
Maranho Neves é um dos treinadores que já vem de longe, tendo iniciado no seu clube de coração o Sete Bicas, passou por clubes como a Joarte, pelos famalicenses do ARCA, pelos gaienses do Santo António de Grijó, os matosinhenses do Barranha SC e dos maiatos do Arsenal Clube Parada onde ficou na história das páginas mais bonitas do clube maiato quando chegou à final a quatro da Taça de Portugal que se realizou em Oliveira de Azeméis, para além de tornar o mesmo um clube com estatuto de nacional.

É este o novo rosto que vai suceder a Hugo Oliveira e Pedro Vilaça que deixaram marca no clube avense ao sagrarem-se Campeões Nacionais da 2ª Divisão e a respectiva subida à liga Sport Zone.
Apesar de reconhecer o fardo pesado que vai receber Maranho Neves tem consciência do mesmo e por isso falamos com ele mal fomos informados que o mesmo iria ser o novo rosto no comando técnico do Clube Desportivo da Aves.
Sobre quem o vai acompanhar ainda não está definido mas poderá vir a fazer equipa técnica com elementos ligados à actual estrutura do clube avense.
Fique com as primeiras declarações do treinador após ser confirmado no CD Aves.

Foi um final de época que recebeu alguns convites aliciantes, qual foi ou quais foram as razões por se decidires pelo CD Aves?
É como dizes, quero agradecer os honrosos convites que recebi, pelo facto de se lembrarem de mim, só assim continuarei no futsal porque não tenho feitio para me andar a oferecer a quem quer que seja.

A razão pelo que optei pelo Aves, nem pensei duas vezes, foi por motivos óbvios, a grandeza do clube, um clube de emblema, com um passado recente e presente no futsal que não fica indiferente a quem quer que seja, que tem umas estruturas fantásticas e que tem sido representado por excelentes executantes, inclusive a sua equipa técnica e com uma boa estrutura directiva.
Acho que devia ter sido mais frio e racional e ter pensado bem no que me estavam a propor mas fiquei tão satisfeito, tão honrado, tão orgulhoso, pelo convite que aceitei de imediato.
A frio tenho consciência da enorme responsabilidade que tenho pela frente, tenho consciência que a descida de divisão vai implicar muitas saídas e que se tem de arranjar opções credíveis, torna-se mais complicado porque o orçamento vai baixar drasticamente, por sua vez os meus amigos Hugo e Vilaça, deixaram-me uma herança muito pesada, fizeram um excelente trabalho e não é fácil fazer melhor, mas… mãos à obra…
Tenho de agradecer ao Pedro Oliveira e ao João Coelho, foram eles que vieram ter comigo, por esta oportunidade, não esquecendo o Sr. Fernando Barros com quem também já conversei.
Ao entrarem em contacto consigo, foi solicitado algum objectivo?
Sou ambicioso, gosto de ganhar, mas tenho uma certeza, muito orgulho por representar este clube, corra bem ou mal, esteja pouco ou muito tempo, ninguém me vai tirar a satisfação de representar este clube e garanto que vou dar tudo de mim em prol do Clube Desportivo das Aves, o clube acima de tudo e de todos, dos egos, das vaidades, mais do que nunca, “um por todos e todos por um”

Já falou sobre o plantel, tem noção de quantos atletas vais contar para a próxima época?
Neste momento ainda não estão confirmados o número dos jogadores que irão continuar, por mim tinham ficado todos, ou quase, foi por isso mesmo que aceitei de imediato o convite, pelo clube pela qualidade que havia no plantel, mas é difícil quando atinges um patamar elevado e depois tens de voltar à primeira forma, é compreensível.

Estamos a tentar que fique o maior número possível e depois acrescentar qualidade.
O plantel deste ano, mesmo o da época anterior, dava muita garantia de sucesso, infelizmente ficou difícil segurar algumas dessas mais-valias.

Não possuí direitos para inserir comentários

Futsal Porto Distrital

Copyright © 2016. All Rights Reserved.