Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

4ª Jornada – Três equipas ainda não pontuaram
Nesta jornada realizaram-se apenas quatro jogos, após o jogo “GDR Retorta Vs JD Gondomar” ter sido adiado para dia 13/02/2018.

No sábado ao final da tarde, Casa FC Porto Rio Tinto recebeu e foi goleada pelo Boavista FC. Um jogo de apenas um sentido, com uma primeira parte bem mais equilibrada (0-2 ao intervalo) do que a primeira, mas em que a equipa visitante, a realizar apenas o seu segundo jogo esta fase, entrou com tudo e completamente decidida a vencer. Na segunda parte logo aos dois minutos a equipa visitante fez o 0-3 e a partir daí o jogo já só deu Boavista. O 0-4 surge aos dez minutos e os últimos dois golos surgem já em situação de 5x4 da equipa da casa que tentava equilibrar o jogo e marcar, para evitar a goleada que acaba por acontecer. Um excelente jogo da equipa do Boavista com uma equipa de Rio Tinto que tentou para a força ofensiva visitante, mas não teve força para aguentar todo o jogo. Parabéns a ambas as equipas pelo espetáculo proporcionado. O Boavista ultrapassa assim o seu adversário direto mas encontra-se ainda com dois jogos a menos.
Domingo de manhã jogou-se o dérbi de Leça da Palmeira. GDC Cohaemato recebeu a A. Académica Leça num excelente jogo de futsal. Uma primeira parte muito equilibrada nada faria prever o resultado desequilibrado que se experimentou no final. Um bom inicio de jogo com duas equipas muito bem encaixadas uma na outra. No entanto um golo madrugador de Bruno Monteiro da A. Académica Leça logo aos dois minutos de jogo e colocou a equipa visitante na frente do marcador. Aos dez minutos o número treze da equipa da casa marcou e empatou o jogo. A sete minutos do fim o guarda redes da equipa visitante estabelece o 1-2 com que fomos para intervalo. Na segunda parte ambas as equipas abriram mais o jogo e mostraram que queriam vencer, permitindo que o resultado se alargasse. Assistiu-se a um excelente jogo de futsal, tendo a equipa visitante sido premiada pela maior eficácia, definindo o resultado final de 3-7, que lhes permitiu descolar do fundo da tabela. O GDC Cohaemato mantem-se no topo, tendo descido para a quarta posição.
Domingo à tarde, um jogo entre duas grandes equipas. Matosinhos Futsal recebeu o Clube Académico de Pedras Rubras. Duas das melhores equipas da 1ª fase defrontavam-se em momentos e formas muito diferentes. A equipa da casa que tinha feito uma segunda volta fantástica, mas que tinha estado forçosamente parada mais de um mês, vinha para este jogo com dois jogos e duas vitórias, ambas com os mesmos pontos (tendo a equipa da casa um jogo a menos), sabiam da importância de não perder pontos contra o adversário. A equipa da casa apresentou-se sem um atleta por lesão, enquanto que a equipa visitante se apresentou muito limitada. Sem nenhum dos seus dois guarda redes (um deles por ter sido expulso no jogo anterior) teve que deslocar um dos seus mais importantes pivots para a baliza, limitando muito o seu jogo. Por esta mesma razão assistiu-se a um jogo muito diferente do último confronto. O Treinador visitante organizou muito bem defensivamente a sua limitada equipa, que conseguiu com muito sucesso anular quase todo o futsal do adversário. Com poucas opções no banco, o treinador do académico rodou como pôde para tentar manter fresca e forte a sua equipa. Mesmo mais defensiva, a equipa visitante acabou por ter mais oportunidades. Oito remates (cinco à baliza) para a equipa da casa e nove remates (sete à baliza) para a equipa visitante marcaram os números da primeira parte, com o marcador a não desbloquear do 0-0. Na segunda parte esperava-se uma mudança da equipa da casa. Com mais opções e com mais responsabilidade de lutar pelo resultado, voltou para mais do mesmo na segunda parte. A equipa da casa, com dois lesionados ao intervalo fez o que lhe competia. Continuou defensivamente muito competente. Ainda assim, e mais uma vez, as melhores oportunidades foram da equipa visitante que, em contra-ataque ameaçava e quase conseguiu marcar em várias ocasiões. oito remates (cinco à baliza) da equipa da casa contra nove remates (seis á baliza) da equipa visitante marcaram a segunda parte onde não mais o resultado se alterou. Divisão de pontos entre duas excelentes equipas que se isolam no segundo e terceiro lugar (tendo o Matosinhos um jogo a menos). Ficam os comentários do treinador adjunto da equipa visitante:
Foi um jogo com muitas contrariedades na preparação do mesmo! Um jogo muito bem conseguido, com muitas oportunidades criadas pelas duas equipas, mostrando o equilíbrio que houve ao longo de todo o jogo.
Como já referi apesar das adversidades prévias ao jogo e mais algumas observadas na segunda parte, apresentamos muita qualidade de jogo, com excelentes oportunidades, só a pecar no momento da finalização, que se concretizássemos, poderíamos bem sair deste jogo com os três pontos. Destacar o empenho e união dos meus atletas, que mostraram e deixaram tudo neste jogo. Posso dizer que sou orgulhoso destes atletas que tenho ao meu dispor, e vamos continuar a trabalhar!

Por fim em Vila Nova de Gaia, AD Modicus Sandim recebeu e venceu o Arsenal C. Parada por 4-1. Num jogo inicialmente equilibrada em que a quinze minutos do fim ainda se encontrava em 2-1, a equipa da casa soube superiorizar-se, defender com qualidade e dominar o jogo, guardando os últimos dois golos para o final do encontro. Com esta vitória a equipa gaiense continua isolada no primeiro lugar com quatro jogos, quatro vitórias a cinco pontos do segundo classificado. Com a certeza de que, mesmo perdendo na próxima jornada não perderá o primeiro lugar.
Ao fim da 4ª jornada assim se encontra a tabela classificativa:

5ª Jornada – Semana com algumas surpresas a nível de resultados
Sábado à tarde, Boavista FC recebeu o Matosinhos FC num dos jogos mais importantes desta jornada, entre duas das mais fortes formações deste grupo. Um jogo que se esperava equilibrado e onde a partilha de pontos não seria surpresa, acabou por ter um desfecho muito pouco equilibrado. A equipa da casa venceu por uns claros 4-0, perante uma equipa visitante que não conseguiu converter nenhuma das suas oportunidades. Um resultado que mantém a equipa de Boavista invicta e com a melhor defesa da competição, zero golos sofridos. O Matosinhos desce para a quarta posição ainda que com um jogo a menos.

Domingo iniciou-se com aquela que é, até agora, a maior goleada desta fase. A Associação Académica de Leça recebeu e venceu o GDR Retorta por uns expressivos 21-1. Uma primeira parte de apenas um sentido, onde a equipa de Leça veio determinada a fazer esquecer os resultados menos positivos, permitiram à equipa da casa ir para o intervalo a vencer por mais de dez de diferença. Segunda parte mais do mesmo, domínio total com a equipa do Retorta a tentar responder, mas sempre com muito pouco caudal ofensivo. Aos dezoito minutos aproveitam um ligeiro relaxamento dos meninos de Leça e conseguem o golo de honra. A Académica de Leça torna-se assim no melhor ataque da competição com trinta e dois golos marcados e sai da zona de despromoção ficando com seis pontos. O GDR Retorta continua cada vez mais em baixo ainda sem pontos conquistados.
Uma hora depois, em Gondomar, JD Gondomar recebeu a Casa FC Porto Rio Tinto. Um jogo extremamente equilibrado onde uma enorme falta de eficácia da equipa visitante levou a que a equipa gondomarense conquistasse uns importantíssimos primeiros três pontos, permitindo-lhes descolar do fundo da tabela. A derrota coloca a formação de Rio Tinto próxima da linha de água, algo que quererão certamente evitar.
Perto da hora de almoço, C. Académico Pedras Rubras, na altura terceiro classificado, recebia o primeiro classificado, ainda invicto, com quatro vitórias em quatro jogos, AD Modicus Sandim. Foi um jogo de praticamente um único sentido em que, apos um período inicial equilibrado, a equipa da casa facilmente se adiantou no marcador. Domínio total na primeira parte, com alguma falta de eficácia levaram a um resultado de 5-0 ao intervalo. Na segunda parte assistiu-se a um jogo muito diferente. Por mérito da equipa visitante, que se esforçou e demérito da equipa da casa que deu o jogo como ganho, o combate equilibrou e a equipa de Gaia conseguiu mesmo criar perigo várias vezes. Apenas mais dois golos fizeram o resultado de 7-0 final, com uma expulsão de um atleta da equipa visitante perto do fim. Ficam os comentários do treinador adjunto do C. Académico Pedras Rubras:
Um jogo em que entramos com o maior respeito pelo adversário, mas numa fase inicial um pouco desconcentrados que levaram a erros que felizmente não foram prejudiciais para a minha equipa!
Com o passar do tempo na primeira parte fomos criando perigo e as oportunidades foram concretizadas, melhorando também o aspeto defensivo, o que nos permitiu sair para o intervalo com um resultado bem seguro de cinco golos.
No segundo tempo, novamente entrada em jogo desconcentrados e a cometer erros, o que tornou a segunda parte mais equilibrada, conseguindo a minha equipa concretizar as mais reduzidas oportunidades neste segundo tempo em dois golos de grandes jogadas coletivas, algo que já teria acontecido nos golos concretizados na primeira parte.
Foi no geral um bom jogo por parte da minha equipa, e continuamos no bom caminho!

Para finalizar, Arsenal C. Parada recebeu e venceu, com alguma surpresa, o GDC Cohaemato. Num jogo extremamente equilibrado e disputado, ambas as equipas abriram o jogo e presentearam-nos com um excelente espectáculo. Seis pontos separavam as duas formações e nada faria prever o excelente domínio na primeira parte da equipa da casa. O Arsenal teve mais oportunidades, mais eficácia e defendeu quase sem erros, anulando quase todas as jogadas da equipa visitante. 1-0 logo aos quatro minutos de jogo deixavam a audiência surpreendida e faziam antever uma grande surpresa. O 2-0 aos dezoitominutos confirmou esse estatuto. Apesar de tudo, a equipa de Leça tentou reagir e reduziu dois minutos depois, reduzindo para 2-1. No entanto a equipa da casa sabia do domínio que estava a ter e da importância de o converter em valores, por isso, aos vinte e três minutos o seu número oito marcou um excelente golo e confirmou o 3-1 ao intervalo. Na segunda parte, início fulgurante da equipa da casa novamente, ampliando para três de diferença logo no primeiro minuto. Esse golo sofrido fez despertar a verdadeira Cohaemato que meteu o pé no acelerador e reduziu dois minutos depois. Não mais permitiram ao Arsenal respirar a partir daqui. Mérito da equipa visitante que pressionou e acreditou até ao fim, mas algum demérito da equipa da casa que não percebeu que, a vencer por dois golos de diferença, contra uma equipa que no momento estava a jogar melhor, precisava de juntar e recuar linhas. A equipa da casa continuou aberta e subida e a partir deste momento teve de sofrer ao ver o GDC Cohaemato jogar, pressionar, rematar e tentar no tudo por tudo dar a volta a este resultado. Aos dez minutos de jogo sai o 4-3 e o Arsenal já só sofria perante falhanços, cortes, e algumas grandes defesas do guarda-redes maiato. Apesar de tudo, conseguiu aguentar até ao fim e conquistou uns importantes três pontos.
A meio da semana jogou-se ainda o jogo em atraso referente à segunda jornada entre Boavista FC e GDR Retorta, que permitiu à equipa da casa alcançar uma grande vitória e 13-0, mantendo-se invictos, sem golos sofridos e isolados no primeiro lugar com doze pontos e ainda um jogo a menos.
Ao fim da 5ª jornada assim se encontra a tabela classificativa:

Esta semana teremos certamente mais quatro excelentes partidas.

Sábado, Casa FC Porto Rio Tinto, recebe a A. Académica de Leça naquele que deverá ser um excelente jogo. Depois da surpreendente derrota da semana passada, a equipa da casa quererá regressar às vitórias e evitar cair abaixo da linha de água, mas, a equipa de Leça, motivada pela maior goleada da semana passada irá certamente lutar pelo mesmo.
Domingo de manhã JD Gondomar recebe o Boavista FC que certamente quererá manter-se invicto. Conseguirá a equipa de Gondomar surpreender? Veremos.
Logo depois GDC Cohaemato recebe o C. Académico Pedras Rubras. Com ambas as equipas a quererem a vitória, a primeira para sair da linha de água e a segunda para manter a excelente campanha que está a fazer, antevê-se um excelente jogo de futsal. Vale a pena assistirem.
Por fim, de tarde, AD Modicus Sandim recebe o quarto classificado Matosinhos FC e não quererá perder o comboio dos primeiros lugares, indo certamente procurar a vitória, tal como a equipa visitante. Separados por cinco pontos, a ultrapassagem não é ainda possível, mas uma derrota da formação de Gaia pode permitir ao Académico de Pedras Rubras ascender ao segundo posto.
O jogo entre GDR Retorta e Arsenal C. Parada foi adiado para o dia 21/02/2018.
Serão certamente quatro excelentes partidas de futsal que fazem valer a pena deslocarmo-nos a estes pavilhões.
Apareçam nos pavilhões para apoiar as vossas equipas ou simplesmente para assistir a futsal de qualidade pois estes jovens atletas merecem!
Um grande obrigado a todos os treinadores que contribuíram para este comentário, desejo uma boa semana de treinos a todos e uma excelente sexta jornada.
Não sendo eu profissional e apenas colaborando de bom grado para este portal, queria salientar aos diversos leitores e sobretudo aos mais críticos que me limito a fazer as análises de acordo com o meu ponto de vista tendo em conta os jogos que o meu tempo me permite ver e, quando não mo permite, os comentários e descrições dos treinadores que aceitam colaborar.
Para quem as acha “injustas e desajustadas”, o meu email segue em baixo para me enviarem análises, comentários, fotos, vídeos, sobre qualquer jogo desta série. Obrigado.
Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.  

Não possuí direitos para inserir comentários

Futsal Porto Distrital

Copyright © 2016. All Rights Reserved.