Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Arsenal a subir e Retorta a descer
O Arsenal C. Parada, em ascensão, deslocou-se a casa do lanterna vermelha USC Paredes e venceu, concludentemente, por 2-7.

Entrada forte dos visitantes que aos doze minutos de jogo já venciam por 0-5, resultado com que se chegou ao intervalo.

Na segunda parte o Paredes ainda chegou ao 1-5, mas o Arsenal, sempre bem organizado defensivamente e optando por acções ofensivas simples e sem risco, chegou ao 1-7. O Paredes ainda fez o 2-7 quando ambas as equipas jogavam com menos um atleta (expulsões de Nuno Neves para o Arsenal e de Sérgio Nunes para o Paredes). Na parte final do encontro os visitados ainda jogaram com o guarda-redes avançado mas sem efeitos práticos. Vitória sem discussão da melhor equipa na quadra.
O líder ADCR Caxinas deslocou-se ao ACR Lordelo e perdeu por 4-3. Jogo sempre equilibrado com o Caxinas a jogar mais em posse e o Lordelo a defender em bloco baixo e a sair em transições. Os visitados, através dum lance individual, adiantou-se no marcador mas o Caxinas fez o 1-1 dois minutos depois, resultado com que se chegou ao intervalo.
A segunda parte foi semelhante à primeira. Marcha: 2-1, 3-1, 3-2, 4-2 e 4-3 a cerca de seis minutos do final. O Caxinas ainda arriscou o 5x4 mas sem resultados práticos. Resultado que se aceita. (Resumo no final do comentário)
O CD Aves/Emeserv.pt recebeu o AR Freixieiro e perdeu por 3-4. Os visitantes, muito eficazes neste encontro, adiantaram-se no marcador praticamente no primeiro remate que fizeram. O Aves conseguiu a reviravolta e chegar ao 2-1 mas o Freixieiro fez o 2-2 com que se chegou ao intervalo.

Para a segunda parte continuou o domínio dos visitados, muito perdulários, em contraste com os visitantes que, muito assertivos na finalização, chegaram ao 2-4. A cerca de trinta segundos do final o Aves chegou ao 3-4 na transformação duma grande penalidade. Resultado que penaliza muito o Aves pela ineficácia na finalização e premeia o Freixieiro pela eficácia e atitude demonstrada neste encontro. (Resumo no final do comentário)
O GD Viso, que só tinha disponíveis cinco jogadores de campo, recebeu o CA Mogadouro (num pavilhão com o piso impróprio para a pratica de futsal, devido à humidade existente) e perdeu por 1-4. Os visitantes ao intervalo já venciam por 0-1.

Na segunda parte 0-2, 1-2, 1-3 e 1-4 a quatro minutos do final. Vitória justa.
O ADC S. Mateus, a subir na classificação, recebeu o GDR Retorta e venceu por concludentes 8-3.
A primeira parte foi equilibrada. Marcha do marcador: 1-0, 1-1, 1-2 e 2-2, resultado com que se chegou ao intervalo.
Na segunda parte o S. Mateus esteve muito forte e o Retorta irreconhecível. Aos cinco minutos já havia 5-2. De penalti o Retorta ainda fez o 5-3 mas, de forma natural, o S. Mateus chegou ao 8-3 final.
De registar os cinco golos que Rúben (um jovem) marcou para os visitados.
Resumo do jogo ACR Lordelo Vs ADCR Caxinas [Créditos ACR Lordelo]:

Resumo do jogo CD Aves / Emeserv.pt Vs AR Freixieiro [Créditos CD Aves]:

Não possuí direitos para inserir comentários

Futsal Porto Distrital

Copyright © 2016. All Rights Reserved.