Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

ADCR Caxinas - Nove jornadas, nove vitórias.
A última jornada da primeira volta consagrou o ADCR Caxinas como líder invicto, sem que qualquer equipa conseguisse roubar pontos aos vila-condenses.

Destaque para o CD Aves que isolou-se na terceira posição ao vencer o S. Mateus, aproveitando o empate do Lordelo na receção ao Paredes, e estes voltaram a pontuar após o terem feito apenas na segunda jornada.
Quem contínua em queda é o GD Viso que voltou a perder na visita ao vice-líder Retorta e já vai em sexto em igualdade pontual com a AR Freixieiro que perdeu em casa do líder.
Depois de duas jornadas sem conhecer o sabor da vitória o Arsenal venceu pela margem mínima o Mogadouro e assim está isolado na quarta posição.
O líder Caxinas recebeu o Freixieiro e ganhou por 6-1. O jogo começou com um Caxinas tremendamente eficaz já que, praticamente, nas duas primeiras vezes que rematou a baliza contrária fez dois golos. Mais tarde ainda chegou ao 3-0, mas os visitantes, por intermédio de Orlando, ainda fizeram o 1-3 que se registava ao intervalo.
Na segunda parte, tal como na primeira, foi sempre muito equilibrado. O Caxinas chegou ao 4-1. O Freixieiro arriscou jogar 5x4 mas os visitados ainda fizerem mais dois golos (um deles pelo seu guarda redes Avila). No final 6-1. Marcadores dos golos do Caxinas: Vítor Amorim (2), Bebe, Avila, Vicente e Tonante. Uma vitória certa mas por números extremamente exagerados.
O Arsenal recebeu o Mogadouro e venceu por 1-0. Foi um jogo sempre muito equilibrado, com poucas oportunidades de golo claras. O golo dos visitados foi obtido por Nuno Neves a cerca de três minutos do final do encontro. Vitória que se aceita da equipa com mais ascendente no jogo.
O S. Mateus recebeu o Aves e perdeu por 2-3. O Aves entrou forte e chegou ao 0-2. O S. Mateus fez o 1-2 e ainda antes do intervalo chegou ao 2-2 através dum auto golo de Di. Nesta primeira parte registou-se a expulsão de Mion, guarda-redes do Aves, mas os visitados, enquanto estiveram com mais um atleta não conseguiram aproveitar essa superioridade.
Já na segunda parte o Aves aproveitou a expulsão (vermelho direto) dum atleta visitado e na sequência do livre que originou a expulsão o Aves fez o 2-3 com que o jogo terminou. Marcadores dos golos do Aves: Guedes, Di e Kaka. Vitória sem discussão da melhor equipa na quadra.
O Retorta recebeu o Viso e ganhou 4-2. Uma primeira parte de reviravoltas. O Retorta abriu o marcador, o Viso deu a volta para 1-2 mas ao intervalo o resultado era já de 3-2. Na segunda parte, logo aos três minutos verificou-se a expulsão (vermelho directo) do guarda-redes dos visitantes Paulo. Mas, nos dois minutos que jogou com mais um atleta, o Retorta não conseguiu marcar. A cerca de três minutos do fim o Viso jogou 5x4 mas perdeu uma bola que originou um golo fácil para uma baliza deserta. 4-2 foi pois o resultado final. Uma vitória que se aceita.
O Lordelo recebeu o lanterna-vermelha Paredes e empatou 2-2. Os visitantes adiantaram-se no marcador logo aos seis minutos, na sequência de um livre, mas três minutos depois o Lordelo chegou ao empate através duma jogada individual de Coelho. E dois minutos depois Pedrinho cavalgou até à área contrária e fez o 2-1. Mas o Paredes ainda antes do intervalo chegou ao 2-2. Na segunda parte apesar das duas equipas terem tido algumas boas oportunidades para marcar, o marcador não se alterou. Resultado que se ajusta.
Nota: Introdução da responsabilidade da redacção.

Futsal Porto Distrital

Copyright © 2016. All Rights Reserved.