Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Arsenal e Aves caem para a segunda metade da tabela
Numa jornada onde houve mais equipa a vencer fora do que em casa, o maior realce para além da vitória do Viso em casa do Arsenal por três golos de diferença, são as quedas do Arsenal C. Parada e CD Avez/Emersev.pt para a segunda metade da tabela classificativa.

No grande jogo da jornada o líder Caxinas recebeu o Aves e venceu por tangencial 1-0. Foi um jogo muito táctico, com poucas oportunidades de golo para ambas as equipas. O golo da vitória surgiu a cerca de três minutos do final num remate de longe e no último segundo da partida os visitantes falharam uma flagrante oportunidade de empatarem a partida, que seria o resultado mais justo.
O Retorta recebeu o lanterna vermelha Paredes e venceu por 4-2. Na primeira parte os visitados foram melhores, tiveram mais oportunidades de golo mas foram os visitantes que chegaram ao intervalo a vencer por 0-1. Para a segunda parte o jogo foi mais equilibrado. O Retorta empatou na transformação duma grande penalidade, depois fez 2-1, O Paredes empatou 2-2, mas numa transição o Retorta chegou ao 3-2. O Paredes arriscou jogar 5x4 mas o seu atleta Renato viu o segundo amarelo e consequente expulsão. Com mais um elemento em campo o Retorta fez o 4-2 que resolveu o encontro. Vitória que se aceita.
O Arsenal recebeu o Viso e perdeu por 3-6. Os visitantes chegaram ao 0-3, mas ao findar a primeira parte Slimani, de penalti, fez o 1-3 com que se chegou ao intervalo. Na segunda parte o Arsenal ainda chegou ao 2-3 por Slimani, mas logo na jogada seguinte o Viso chega ao 2-4. Mais tarde o guarda-redes Diogo Teixeira é expulso. O Viso chega ao 2-6. Slimani ainda faz o seu terceiro golo no encontro colocando o resultado final em 3-6. Vitória justa.
O Freixieiro deslocou-se a Mogadouro e venceu por 3-4. Os visitantes entraram apáticos e o Mogadouro aproveitou para fazer o primeiro golo. O Freixieiro empatou mas duas transições rápidas colocaram os visitados a vencer por 3-1. Ainda antes do descanso os visitantes fizeram o 3-2, resultado com que se chegou ao intervalo. Para a segunda forte o Freixieiro entrou forte, pressionante, e deu a volta ao marcador chegando ao 3-4. A cerca de cinco minutos do final o Mogadouro passou a jogar 5x4 mas os visitantes defenderam sempre muito bem. Marcadores dos golos do Freixieiro: Feliciano (2), Orlando e Tiago Cardoso. Vitória que se aceita.
O S. Mateus, na estreia de Flávio Pinto como seu treinador, recebeu o Lordelo, perdendo por 4-6. Foi um jogo intenso, com duas equipas pressionantes, sendo que na primeira parte o S. Mateus revelou uma eficácia extrema, já que aproveitou praticamente todas as ocasiões de golo de que dispôs, chegando ao 4-0. O Lordelo, ainda antes do intervalo, reduziu para 4-2 na transformação de dois livres de dez metros. Para a segunda parte os visitantes, mais experientes, estiveram mais fortes e chegaram ao 4-6. Na parte final da partida os visitados arriscaram jogar 5x4, sem sucesso. Vitória que se aceita.
Nota: Introdução é da responsabilidade da redacção.
FOTO: Paulo Moreira