Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Caxinas “soma e segue”
O líder Caxinas deslocou-se a S. Mateus e venceu por um tangencial 1-2. Foi um jogo sempre equilibrado na primeira parte.

Os visitados adiantaram-se no marcador na sequência dum canto, mas perto do final da primeira parte os visitantes chegaram ao empate. Ao intervalo o resultado era pois de 1-1. Na segunda parte o Caxinas esteve melhor e, sem surpresa, chegou ao 1-2 numa transição rápida. Resultado que se aceita.
O Arsenal, que esta semana mudou de treinador (Élio Almeida está agora ao comando) deslocou-se a Lordelo e venceu por 1-4. Após uma primeira parte morna, onde o equilíbrio prevaleceu (0-0 ao intervalo), veio uma segunda parte mais interessante. Os visitantes adiantaram-se no marcador mas o Lordelo reagiu bem e chegou ao empate. Mas os arsenalistas, chegaram ao 1-2 e controlaram o jogo, ampliando a vantagem até ao 1-4 final. Vitória certa da melhor equipa na quadra, ainda que por números exagerados.
O Paredes recebeu o Freixieiro, perdendo por 3-5. Foi um bom jogo. Competitivo. Os visitantes venciam 0-1 ao intervalo. Na segunda parte o Paredes chegou ao empate mas, logo de seguida o Freixeiro chegou ao 1-2 e depois ao 1-3. Depois o Paredes desperdiçou um penalti (Poeta defendeu) num lance onde resultou a expulsão de Tiago Cardoso (acumulação de amarelos). A jogar com mais um elemento o Paredes chegou ao 2-3, mas os visitantes fizeram o 2-4. O Paredes arriscou jogar 5x4 e foi assim que fez o 3-4. O quinto golo do Freixieiro sentenciou a partida. Vitória que se aceita.
O surpreendente Retorta deslocou-se a Mogadouro e venceu por 1-3. Marcha do marcador: 0-2, 1-2 ao findar a primeira parte na transformação dum livre de dez metros. Ao intervalo o resultado era pois de 1-2. Na segunda parte o Retorta chegou ao 1-3. A cerca de seis minutos do final o Mogadouro jogou 5x4 mas sem criar grandes situações de golo. Num jogo equilibrado o resultado aceita-se.
O Aves recebeu o Viso e empatou 2-2. Os avenses (algo limitados para esta partida) entraram bem no jogo e fizeram o 1-0 perante um Viso muito apático. Para a segunda parte surgiu um Viso muito diferente, com um grande caudal ofensivo. Sem surpresa deu a volta ao marcador (1-2) e podia ter feito mais golos. Mas o Aves reagiu e a pouco mais de um minuto do final chegou ao empate. Resultado que se aceita.