Internacional português vai vestir as cores poveiras
Ricardo Fernandes, internacional português por quarenta e duas vezes vai regressar à modalidade após a época passada ter representado o ADC Gualtar e apesar de várias ofertas só agora se decidiu e vai representar o Póvoa Futsal Clube que milita na 2.ª Divisão Nacional Série “A”.
Ricardo Fernandes é um ala de trinta anos que se iniciou na modalidade apenas como juvenil de primeiro ano no CCSS Guifões clube que representou duas épocas, tendo passado antes pela formação do Futebol 11.

Depois do CCSS Guifões ingressou na época 2003/2004 como júnior de primeiro ano na AR Freixieiro, representando o mítico clube matosinhense da freguesia de Perafita durante dez épocas saindo para o SL Benfica, ficando uma época, regressando ao norte para representar a AD Modicus Sandim e na época passada representou o ADC Gualtar também na Liga Sport Zone. Ao serviço da AR Freixieiro, ajudou o clube entre as épocas 2005/2009 chegar às meias-finais do Campeonato Nacional, ou seja quatro presenças consecutivas, na época seguinte chegaram aos quartos-de-final, não conseguindo chegar ao play-off na época 2010/11, onde ficou na nona posição na fase regular, na época seguinte chega novamente aos play-offs ficando pelos quartos-de-final e na sua última época (2012/13) ao serviço da AR Freixieiro tem o seu pior momento colectivo, já que o Freixieiro desce nesta época à segunda Divisão Nacional.
O seu percurso na Taça de Portugal com a AR Freixieiro também chegaram por vezes longe, na época de estreia em 2005/06, chegaram às meias-finais sendo eliminados pelo Sporting CP e o mesmo feito foi alcançado em 2011/12 onde foram desta vez eliminados pelo SL Benfica e em ambos os casos as equipas que eliminaram a AR Freixieiro sagraram-se vencedores da competição.
Na época que passou no SL Benfica, Ricardo Fernandes e os seus companheiros, ficaram na primeira posição da fase regular, mas caíram nas meias-finais diante a AD Fundão, a mesma equipa que roubou um dos títulos que Ricardo Fernandes esteve perto de conquistar que foi a Taça de Portugal em Oliveira de Azeméis em 2013/14.
Ao serviço do Modicus Sandim em 2014/15 alcançaram a sexta posição, mas caíram nos quartos-de-final de final diante o Sporting CP que terminara em terceiro na fase regular, e na Taça de Portugal volta a jogar uma meia-final diante a AD Fundão onde perderam.
Na época passada no ADC Gualtar não conseguiu conjuntamente com os seus companheiros de equipa evitar a descida de divisão em época de estreia na Liga Sport Zone do clube bracarense.
Será a primeira vez que o internacional português atuará na divisão secundária pois desde que se estreou como sénior sempre jogou em clubes que atuaram na 1.ª Divisão actualmente denominada de Liga Sport Zone.