Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Arsenal Parada afastado por Arrifanense dos distritais da AF Aveiro
Na primeira eliminatória e ainda incompleta onde se realizaram nove dos doze encontros e já caíram três equipas da 2ª Divisão Nacional e entre elas está os portuenses do Concelho da Maia o Arsenal Clube Parada que na sua deslocação a Aveiro foi derrotado pelo actual quarto classificado da Divisão Safina equivalente à Divisão D’Elite da AF Porto.

As outras duas equipas dos nacionais que já saíram da prova são os viseenses dos Unidos à Estação da Série C que foi derrotado na Madeira diante o Canicense por 5-3 e os lisboetas do Vinhais da Série F que atravessaram para a margem sul do Tejo para serem derrotados diante os setubalenses do Cova Piedade por 7-6.
A AF Porto tinha apenas dois representantes nesta primeira eliminatória, o Arsenal C. Parada e o Clube Académico Sangemil, clubes vizinhos e com muita história e estes também não conseguiram levar de vencida o ADC Anha da AF Viana do Castelo, num jogo que os maiatos saírem para o intervalo a vencer por 3-2, mas uma segunda parte com nove golos ditaram um empate a sete golos e nem o prolongamento alterou fosse o que fosse e na marca dos pontapés de penalidade os vianenses conseguiram fazer a diferença e acertaram por duas vezes nas redes da baliza enquanto os maiatos apenas conseguiram por uma vez.
Passamos ao jogo que ditou o afastamento da prova do Arsenal Clube Parada por parte do CD Arrifanense, um clube que se apresentou em campo com menos de quarenta e oito horas sobre um outro jogo oficial.
Fique com as declarações do treinador do CD Arrifanense:
“Partimos para este jogo cientes das dificuldades que teríamos frente a um adversário de grande valor, mas ao mesmo tempo com a ideia de que poderíamos surpreender. 
A primeira parte foi muito disputada com ocasiões para ambos os lados e onde nos acabamos por superiorizar no capitulo da finalização, defensivamente conseguimo-nos ajustar às dificuldades proporcionadas pelo adversário e ofensivamente fomos muito objectivos e pragmáticos, jogamos simples e sem rodeios, desta forma conseguiríamos chegar ao 4:0, sendo que o adversário ainda viria a reduzir de bola parada já perto do intervalo. 
Na segunda parte optamos por uma estratégia diferente dado o desgaste que a equipa foi apresentando à medida que o tempo de jogo foi passando, desgaste esse proporcionado em grande parte pelo facto de termos feito dois jogos em quarenta e quatro horas, baixamos linhas numa perspectiva de maior coesão e de retirar aproveitamento dos erros do adversário, ainda assim seria o adversário o primeiro a marcar no segundo tempo reduzindo o resultado para 4:2, de realçar que o Arsenal na segunda parte jogou grande parte do tempo com o seu guarda-redes avançado tentando de todas as formas virar o resultado, contudo a equipa respondeu muito bem e acabaria por voltar a marcar desta feita mais dois golos que nos puseram num resultado de 6:2 que nos deu alguma segurança e motivação para enfrentar o tempo restante, já na reta final do encontro o Arsenal ainda marcou por duas vezes pondo o resultado final em 6:4. 
Na minha opinião e perspectiva pessoal penso que o resultado se ajusta, fomos muito competentes durante todo o encontro, fomos conseguindo anular e de certa forma condicionar o adversário.”
Fique com os golos e seus marcadores:

Créditos do vídeo:
Imagens: CD Arrifanense e Joel Santos
Fotos: Zé Paulo Silva e Desporto Entre Linhas

RESULTADOS DA 1ª ELIMINATÓRIA

Futsal Porto Distrital

Copyright © 2016. All Rights Reserved.